PUBLICIDADE

Pilates no tratamento do câncer de mama: veja indicação

Exercício auxilia na dor, devolve flexibilidade do braço e aumenta autoestima

Como o Pilates ajuda no tratamento do câncer de mama - Créditos: Paul Aiken/Shutterstock
Como o Pilates ajuda no tratamento do câncer de mama - Créditos: Paul Aiken/Shutterstock

Receber o diagnóstico de câncer de mama costuma abalar muito as mulheres. Mas, o veredito para a retirada do tumor e dependendo do caso, da mama, pode ser ainda mais devastador psicologicamente. E além do quesito psicológico, o físico também precisa de cuidado e acompanhamento. É aqui que o Pilates entra.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Exercícios e câncer de mama

O tratamento do câncer mamário pode variar dependendo do tipo de tumor e do estágio em que se encontra. Em alguns casos, somente a retirada do tumor é suficiente; em outros, é preciso fazer a mastectomia, que é a retirada total ou parcial da mama, além de quimioterapia e radioterapia.

Quando é realizada a mastectomia total, muitas vezes com esvaziamento de gânglios da axila, a cicatriz pode ficar aderida ao tecido, prejudicando a amplitude de movimento do braço. E também pode deixar o braço mais inchado. Para isso, exercícios específicos são muito bem vindos nessa fase de pós-tratamento!

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Além disso, também é comum que a paciente sinta dores nas articulações por conta de procedimentos como a quimioterapia e radioterapia, ou até mesmo pelo uso de medicamentos, ou seja, a prática de atividade física é muito importante!

Pilates e câncer de mama

Entre as atividades mais indicadas, está o Pilates, já que ele atua diretamente nestes pontos, trazendo de volta a mobilidade, a flexibilidade e, inclusive, contribui no resgate da autoestima, já que atividade física libera hormônios de bem estar.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Nosso foco, durante as sessões é o de proporcionar maior disposição e reduzir os sintomas que aparecem após o tratamento. O indicado, são aulas de duas a três vezes por semana, com duração de 50 minutos a 1 hora.

Os exercícios são executados de forma dinâmica e progressiva, elaborados conforme a necessidade de cada aluna, respeitando os limites individuais e sempre com acompanhamento profissional durante toda a aula!

Atividades físicas contra o câncer

Exercício físico previne câncer de mama em mulheres na pós-menopausa

Exercícios diminuem o risco de morte por câncer de próstata em até 60%

Atividade física previne câncer de pulmão e cólon em homens aos 50 anos

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)